Leituras de 2017

Infelizmente em 2017 fiz poucas leituras, mas muitos livros bons foram lidos nesse ano. Hoje vim compartilhar todas as minhas leituras do ano com vocês.

20180106_153313.jpg
1- A Seleção
2-A Elite
3-A Escolha
4-O Bisturi de Ouro
5- Loiras Zumbis
6- Uma História Incomum Sobre Livros E Magia
7- Como Eu Era Antes De Você
8- Rostinho Bonito
9- A Estrela Que Nunca Vai Se Apagar
10- Veneno
11- Feitiço
12- Poder
13- Isla E O Final Feliz
14- O Que Há De Estranho Em Mim
15- Hey, Panda, Vamos Fugir?
16- Cidade Dos Etéreos
17- O Guia Do Mochileiro Das Galáxias
18- Aissur
19- Amigas Do Yofã
20-Eleanor e Park
21- Gregor E A Profecia De Sangue
22- Yaqui Delgado Vai Quebrar A Sua Cara
23- Vida e Morte – Crepúsculo Reimaginado
24- O Incidente Da Bola De Cachorro
25- O Andróide
26- Anjos A Mesa
27- Diário De Anne Frank
28-Biblioteca De Almas
29- Tartarugas Até Lá Embaixo

30-Cítricos
Qual desses você já leu também? Deixe nos comentários!

Anúncios

Resenha: Cítricos, Bárbara Morais

O sonho de muitos adolescentes é ter seus livros publicados. Pois bem, a autora capixaba Bárbara Morais conseguiu essa proeza aos quinze anos com um livros escrito aos catorze, mas será que uma história escrita por uma autora tão jovem realmente é boa?

ctricos_eu_ele_e_um_destino_totalmente_sem_graa_fnl_ebookAutor(a): Bárbara Morais Diniz
Gênero(s): Romance / Drama
Editora: Chiado Editora
Páginas: 212 páginas
Avaliação: ★★★

A história acontece inteira do ponto de vista da protagonista, a jovem Alison Stuch que é uma garota mineira que ama ler e ouvir músicas como qualquer outra de sua idade.

Os pais dela se separaram quando ela ainda era muito pequena e por isso ela sempre morou com a mãe em Nova Lima, enquanto o seu pai morava no Rio De Janeiro com sua madrasta. Porém, após seu pai se separar da bruxa, Alison recebe o convite para ir morar na cidade do Cristo Redentor.

A avó da garota está muito doente em Nova Lima. Isso deixa a protagonista insegura e em dúvida em que atitude tomar, mas pensando em reconstruir a vida ela decide dar um sim ao pai.

Na viagem rumo a cidade maravilhosa, Alison esbarra com Jason, um garoto oriental que abala as estruturas da moça e que promete mudar a sua vida. Mas ao chegar no seu novo destino uma grande desgraça acontece que deixará a garota sem chão e só o seu novo “amor” poderá devolver o firmamento a ela.20171225_134400Preciso confessar. Esse livro é basicamente uma coleção de tragédias, do início ao fim algo acontecia para deixar a Alison ainda pior. Isso me irritou de uma maneira muito profunda, principalmente porque a protagonista se acha muito madura, mas infelizmente não é.

A cada baque que havia na vida de Alison ela fazia o papel de garota forte, chorava, comia, via um filme. Sério, esse tipo de cena acontecia constantemente na história. Fora que o Jason algumas horas era um babaca, mas a Alison nem ligava.Leia mais »

Resenha: Filme Cartão de Natal

Mais resenha de filme natalino? Sim!

Cartão de Natal é um dos últimos lançamentos originais Netflix e conta a história da jovem milionária  Ellen Langford (Eliza Taylor) que é conhecida pelas revistas e sites de fofoca como “Herdeira Festeira” por sempre ser vista como problemática. O problema disso tudo é que realmente ela é um pouco difícil, mas nada muito significativo.

O pai dela, dono de uma grande empresa de sucesso está prestes a se aposentar, mas ainda está em dúvida se a moça merece comandar uma empresa de tão grande porte e ainda ter de gerenciar uma grande quantia de dinheiro.

Screenshot_20171221-083858.png

Para testar a capacidade da herdeira ele decide propor a ela um desafio em que Ellen faça uma viagem até a cidadezinha de Snow Falls com apenas cem dólares e sem revelar quem ela ela realmente é para que não ganhe privilégio algum. Tudo isso no intuíto de cumprir uma tradição familiar antiga; Entregar cartas natalinas para Zeke, um grande amigo do pai dela.

Após passar diversos perrengues para chegar em seu destino ela conhece um rapaz chamado Jake (Jake Collins) que abala os sentimentos da moça, mas como ela é noiva e vai embora logo da cidade decide não nutrir sentimentos pelo jovem.

Porém algo inesperado acontece. Zeke não está para receber as cartas e ela não pode simplesmente pedir para alguém entregá-las, por isso terá que esperar no hotel do amigo de seu pai junto com Jake até a noite de natal quando poderá cumprir a missão, e algum sentimento pelo rapaz pode nascerLeia mais »

Música Inspira Texto: Liberdade, Priscilla Alcantara

Sufocado.

Sem ar, sem ver, sem falar.

Meus olhos estavam vendados, os braços amarrados e a boca amordaçada. Eu estava preso no labirinto da perdição, preso na escuridão das trevas mais profundas, mas só eu conseguia perceber o quão derrotado estava.

A minha volta todos se sentiam livres, corriam no vale mais florido. Eu só queria estar lá, brincando junto ao doce céu outonal. Gritei por socorro e você, só você me escutou. Desatou os nós que me prendiam, liberou a minha visão, me deu ar.

Apenas você me libertou, somente tu que és todo poderoso. O senhor que é meu pai, meu criador, dono do mundo que vivo, da visão que tenho, do ar que respiro.

Meu pai me tirou da escuridão, pois só um pai que ama um filho de verdade sabe a dor de estar preso mesmo estando livre.

Agora olho para os céus e agradeço; Obrigado pai, por me tirar da escuridão e me dar a luz mais ofuscante que eu poderia ter, te adoro como sei que você me ama.

Obrigado.Leia mais »

Resenha : Filme Um Desejo Para O Natal

Hoje trouxe mais uma indicação de filme para ver no natal, dessa vez o escolhido foi “Um Desejo Para O Natal” que tem como protagonista a atriz Lacey Chabert que interpretou a patricinha Gretchen no filme “Mean Girls”.

A trama inicia mostrando a vida de Sara Shaw (Lacey Chabert) que trabalha em uma empresa como Web Designer, mas que é sempre passada para trás pelos colegas de trabalho que tem o hábito de se aproveitarem da moça em diversas situações.

Próximo ao fim do ano, Sara cria uma campanha de Marketing chamada de Natal 365 que tem como objetivo manter o espirito natalino todos os dias, mas a ideia genial da moça é roubada por seu subchefe Dirky Tyson (Jason McKinnon) que toma ela como sua, e é promovido pelo dono da empresa Peter (Paul Greene) que gosta bastante da proposta.

mv5bzweyzjrimdytogmyms00njvhlthlnwmtmmjmymu5y2nlodjlxkeyxkfqcgdeqxvynzk0nta5nq-_v1_
Foto: Reprodução

Sara se vê sem chão já que todo o mérito era dela, mas por ser uma pessoa muito tímida e tentar sempre agradar aos outros ela decide não fazer nada.

Frustrada, ela decide sair da festa em que foi anunciada a promoção de Dirky e encontra um Papai Noel que crê ser alguém contratado para animar a festa. O velhinho lhe dá de presente um desejo, e ela desacreditada diz que seu único desejo no momento era ser mais corajosa.

O velhinho por vez lhe dá uma carta que concede coragem durante 48 horas, e misteriosamente ela começa a se sentir mais confiante.

maxresdefault
Foto: Reprodução

Revelando a todos que toda a ideia do projeto era sua, Sarah faz com que Dirky seja demitido e que a promoção seja dada a ela. Junto ao seu chefe Peter ela irá tentar vender o “Natal 365” para o arrogante Wilson Taylor (Mark Brandon) e conseguir salvar a empresa da falência, o problema é que a sua coragem não é eterna.Leia mais »

Receita: Suspiros Candy Cane

No post de hoje eu vim ensinar a vocês como fazer esses suspiros inspirados no doce americano “Candy Cane”.

É bem simples, você só vai precisar de :

  • Duas claras
  • Uma xícara de açúcar
  • Uma colher de chá de limão espremido
  • Uma colher de chá de amido de milho
  • Essência alimentícia de sua preferência
  • Corante vermelho

Em uma bateira bata as claras com o suco de limão, quando elas já tiverem em ponto de “neve” acrescente o açúcar e o amido.

Para dar sabor, ponha na massa algumas gotas da essência alimentícia de sua preferência. Você pode não colocar a essência, assim seus suspiros ficarão apenas com sabor de limão.Leia mais »

Resenha: Filme O Príncipe Do Natal

O Natal está tão pertinho, nada melhor do que assistir filmes natalinos açucarados nessa época, por isso hoje vim indicar um filme original da Netflix que causou um pouco de polêmica recentemente.

O Príncipe Do Natal conta a história de uma jovem aspirante a jornalista chamada  Amber (Rose McIver) que nunca conseguiu se destacar no mercado do jornalismo por nunca ter feito uma matéria própria, porém com os acontecimentos recentes no reino de Aldovia a moça consegue a oportunidade do cobrir a coroação do príncipe Richard (Ben Lamb) que acontecerá no período do Natal.

Todos imaginam que após o falecimento do rei, o príncipe irá renunciar o cargo por ter uma fama de playboy irresponsável e por isso a jornalista irá tentar descobrir os piores podres de Richard na cobertura de sua possível posse do reino.

o-principe-do-natal-netflix-destaque
Fonte: Reprodução

Chegando ao reino ela tem a notícia que a coletiva de imprensa foi cancelada e para não perder a chance de conseguir uma boa matéria ela se infiltra no castelo se passando pela nova tutora da irmã mais nova do príncipe, a  a princesa Emily (Honor Kneafsey) que é conhecida por  ser uma pestinha com todas as suas tutoras.

prince
Fonte : Reprodução

A princesinha é uma menina muito complicada que dará trabalho a Amber e mostrará a ela que o príncipe não é nada do que as revistas diziam, mas um segredo é descoberto por ela que poderá arruinar a vida de Richard.  Agora a jornalista fica dividida em revelar a todos o segredo mais sórdido da realeza ou mostrar o quão bom é o príncipe.Leia mais »

Música Inspira Texto: Again, Noah Cyrus

Fiz esse texto inspirado na música e no clipe da música Again da cantora Noah Cyrus com o rapper XXX Tentation. É algo ficcional sem inspiração na vida real. 

Novamente fui tolo, mais uma vez iludido.

Amar é viver em um mar de rosas para uns, ou em um oceano de espinhos para outros. Claramente faço parte do segundo tipo de “amor” que fere mais do que cicatriza, que arde mais do que dá alívio, que faz sangrar mais do que estancar o corte.

Mas o pior do tudo é que a dor me dá prazer, sofrer me enche de ânimo e chorar me liberta. Trocado, abandonado, fui sim. Mas sei que novamente vou ouvir “Não quero ser sua amiga, quero ser a sua amante” em meus sonhos.

Não seja tolo garoto, dizem, não sofra tanto, gritam.

Desculpe a inconveniência, as vezes esqueço que mortos não amam, e ela não me ama mais.

Simplesmente porque está morta.

Leia mais »

Instagram e a febre “Tumblr”

Se você é jovem conhece ou já ouviu falar sobre o “estilo Tumblr” essa nova moda que está rolando no Instagram e que vem conquistando muitos jovens ultimamente.

O suposto estilo Tumblr é inspirado nas fotos da rede social de mesmo nome, as fotos são sempre com uma pegada jovem e bem editadas. Geralmente nas fotografias desse estilo temos toques bem americanos: fotos de bebidas do Starbucks, pôr do sol, adolescentes com roupas descoladas.

5351528081_0b3302da6d_z
Fonte: Reprodução

Apesar de ser inspirada em uma rede social, o estilo ainda é muito interessante, o segredo para não se tornar algo muito artificial é deixar a rede com a sua cara, fazendo com que tudo fique mais orgânico. Não perca sua essência para agradar seguidores, mas agrade a si mesmo!Leia mais »

Resenha: Aissur, Dêner B. Lopes

Distopias são história ótimas, mas as nacionais não tem o reconhecimento merecido, por isso hoje eu trouxe para vocês a resenha de Aissur, um livro distópico nacional muito bom.

capaebookcidades-mortas

Autor(a): Dêner B. Lopes
Gênero(s): Ficção/Distopia
Editora: Chiado Editora
Páginas: 258 páginas
Avaliação: ★★★★

Sinopse: Os organizadores escolherão uma pessoa, a ser chamada Estopim, e mais dez ligadas diretamente ou não a ela.

Os onze participantes serão encaminhados a Cidade-Morta de São Petersburgo, durante o período das noites brancas, por uma semana.

Cada participante receberá sob o peito um chip eletrônico implantado, que permitirá a quem o possuir passar pela Linha de Choque da Estação no último dia e embarcar no Expresso para sua liberdade. Seus maiores obstáculos serão os milhares de Corredores: assassinos que habitam a cidade e têm por foco principal matar os portadores dos chips e, assim, ganhar sua independência.

Os sobreviventes, como prêmio, terão o direto de fazer dois pedidos à nação, desde que sejam realizáveis e aprovados.

Os que ficarem para trás serão deixados para trás.

Aissur lhe deseja morte e, acima de tudo, bem lenta.


Aissur é um país futurístico inspirado na Rússia ( inclusive o nome é um anagrama da palavra ), que todos os anos realiza um evento no estilo reality-show chamado de Cidades Mortas onde um jovem selecionado por conta de alguma infração será usado como centro da edição do programa que ocorre anualmente como forma do governo mostrar ao povo o seu poder.

Aleksandr foi o jovem escolhido para ser o estopim da última edição, tudo por conta de algo que fez para alimentar sua obsessão em ser notado nas redes sociais, já que na vida real ele é praticamente invisível.

A sua popularidade virtual acabou custando caro, não só para ele, mas para os dez outros jovens com quem tem ligação e que se tornaram mais peças do jogo. Thay e Pavel acabaram sendo incluídos na dezena de taxados da brincadeira mortal.

Juntando o fato de desgraças terem ocorrido recentemente nas vidas de ambos com a participação obrigatória no Cidades Mortas, tudo para eles começa a se tornar um pandemônio. Como dentro do jogo não há regras, todo sentimento aumenta mais ainda a sede de sangue de cada um dos onze participantes, podendo deixá-los mais loucos do que antes, colocando a prova os seus valores tão bem mostrados do lado de fora das cidades.

Não quis revelar muito sobre a história, pois ela é uma caixinha de surpresas. A cada página virada havia uma bomba ou um acontecimento interessante e intrigante, com muitos cliffhangers.Leia mais »